Saltar para o conteúdo
  • Informação importante

    Caro cliente, quer usufruir de todas as funcionalidades incríveis da Monsieur Cuisine connect e receber receitas novas?

    A nossa recomendação: transfira agora a mais recente atualização do software. É fundamental instalar esta atualização antes da primeira utilização da máquina. Recomendamos expressamente esta atualização igualmente aos clientes já existentes. Encontra uma instrução mais pormenorizada sobre o procedimento aqui.

30.07.2021

Princípios amargos

Bitterstoffe_kleiner.jpg

Tão amargos e tão saudáveis

Algumas pessoas fazem cara feia só de pensarem em alimentos amargos, enquanto outras gostam bastante de sentir o sabor amargo na língua. Os princípios amargos em alimentos como café, chocolate amargo ou cerveja são aceites e até muito apreciados. Mas se pensarmos em tipos de alface amargos, como a chicória ou a chicória vermelha, ou numa toranja sem açúcar, a maior parte de nós recusará amavelmente. O importante é que os princípios amargos devem fazer parte de cada dieta. Neste artigo podem ler porque é que é assim, quais os alimentos que se adequam a isso e que receitas Monsieur Cuisine devem cozinhar agora.

Princípios amargos naturais

Princípios amargos são apenas um conceito superior para os mais diversos compostos químicos. Estes encontram-se em diversas plantas. Na alface iceberg está contido o princípio amargo «lactucina», enquanto as alcachofras se tornam amargas através da «cinarina». Têm nomes diferentes e possuem compostos químicos diferentes, mas têm todas uma coisa em comum: um sabor amargo.
Os princípios amargos também protegem as plantas dos animais que se alimentam de plantas, pois os animais também não gostam de princípios amargos. Por natureza, as crianças também não apreciam nada alimentos amargos, é assim que as crianças se protegem instintivamente dos alimentos venenosos. Mas é muito fácil habituarmo-nos a princípios amargos. O melhor exemplo é o café. Um alimento amargo por natureza que é consumido regularmente. Neste caso, o nosso gosto foi verdadeiramente treinado.
O certo é que nos podemos voltar a habituar ao sabor dos princípios amargos naturais. O ideal é recorrermos a espécies de fruta e legumes naturais, pois nelas os princípios naturais ainda estão completamente contidos. Muitas vezes podemos encontrar essas espécies em mercados semanais. Assim, não só farás algo de bom pelo teu corpo como ainda comprarás produtos sazonais e regionais. ;-)

Alimentos com princípios amargos naturais:

  • Couves: couve-de-folhas, couve-de-bruxelas
  • Alfaces: endívia, rúcula, chicória, chicória vermelha
  • Legumes: acelga, espinafre, alcachofra, azeitona, beringela
  • Especiarias: curcuma, gengibre, tomilho, canela, estragão, sementes de mostarda
  • Bebidas: café, chá verde, chá de salva, sumo de toranja

Princípios amargos e o corpo humano

Na língua humana encontram-se até 25 recetores gustativos para o sabor amargo. No entanto, em virtude de consumirmos cada vez menos comida amarga, estes perdem-se pouco a pouco e o ser humano desabitua-se de conseguir apreciar alimentos amargos. Isso leva também a que em muitos alimentos os princípios amargos já sejam retirados aquando do seu cultivo. É pena, pois os princípios amargos, mesmo em quantidades pequenas, já são extremamente saudáveis para o corpo humano.

Cada substância de princípio amargo tem um efeito fantástico diferente no corpo. No geral, podemos dizer de todos os princípios amargos que têm um efeito positivo no corpo e especialmente na digestão.
Verdadeiros pequenos ajudantes no que toca a comer de forma controlada? Os princípios amargos são-no, realmente, pois garantem que a sensação de saciedade dura mais tempo, auxiliando assim o metabolismo dos ácidos gordos no corpo. Ou seja, quem quiser cuidar da sua linha deve impreterivelmente incluir alimentos com princípios amargos na sua dieta.
Mas eles não são apenas queimadores de gordura, também produzem outros processos importantes no corpo humano. Os princípios amargos têm um efeito antioxidante, ou seja, podem prevenir doenças tumorais. Os princípios amargos são importantes sobretudo para o aparelho digestivo e para o nível de açúcar no sangue. Eles estimulam a circulação sanguínea e promovem uma digestão saudável. Auxiliam contra bactérias e vírus, contrariam a acidificação excessiva do corpo e influenciam positivamente o nível de açúcar no sangue. Os alimentos amargos têm efeitos depurativos do sangue e auxiliam o trabalho do fígado. Quem tiver problemas com cálculos biliares deve comer urgentemente mais alimentos amargos, pois quando o corpo recebe princípios amargos de menos, aumenta o risco de os cálculos biliares se começarem a formar. Por fim, os princípios amargos ajudam também no caso de gengivas sensíveis e contra infeções nas mesmas. Assim, quanto mais alimentos amargos comermos, melhor será também para a flora oral e mais agradável será a visita ao dentista. :-)

Os efeitos mais importantes dos princípios amargos naturais em resumo:

  • Auxiliam o metabolismo dos ácidos gordos
  • Aumentam a produção de bílis
  • Estimulam o apetite e regulam a sensação de fome
  • Promovem uma digestão saudável
  • Estimulam a função digestiva e podem proteger de doenças inflamatórias do intestino

Para o planeamento da vossa dieta, encontram aqui, ainda, algumas receitas Monsieur Cuisine que vos fornecem princípios amargos importantes. Divirtam-se muito a cozinhar e a saborear.

© © NGV mbH, Foto: Martina Brinkop
Olá, esta é uma receita de CookingPilot!
Guardar
Salada de massa com tapenade de azeitonas e rúcula
MC connect
4 doses
fácil
Pronto em: 1:25 Std.
Salada de massa com tapenade de azeitonas e rúcula
© © NGV mbH, Foto: TLC Fotostudio
Olá, esta é uma receita de CookingPilot!
Guardar
Rolinhos de panqueca de acelga
MC connect
4 doses
médio
Pronto em: 2:45 Std.
Rolinhos de panqueca de acelga
© © NGV mbH, Foto: TLC Fotostudio
Guardar
Receita de
Monsieur Cuisine
Bolo fudge de café
MC plus
16 fatias
fácil
Pronto em: 1:35 Std.
Bolo fudge de café